conhecendo o BUSHIDO

Antes de mais nada, o que seria o Bushido?


Nada mais do que o célebre código de conduta estabelecido entre os samurais, nobres guerreiros do período feudal japonês, consistindo, nas palavras de Inazo Nitobe, erudito e diplomata japonês, em uma espécie de noblesse oblige da classe guerreira.
Transmitido oralmente ao longo dos séculos e manifestando uma forte influência budista e confucionista, conhecer o Bushido é fundamental a todo homem que se preze
E qual exatamente seria a sua importância para nós, leitores contemporâneos? Bem, ele não só nos auxiliará a compreender a cultura japonesa com maior precisão como também nos levará a entrar em contato com determinados conceitos – como a gentileza, a honra, a lealdade e o autocontrole – que muitas vezes deixamos de lado, mas que precisamos recuperar a todo custo.
Todos esses princípios estão ligados entre si. A lealdade não existe sem a honestidade, que por sua vez é degradada quando não se une à compaixão, que deve por ela ser temperada. Isso mostra que a união entre as qualidades é essencial, e que é só através da dominação de uma delas que temos capacidade de adquirir a outra.

Encontro de Graffiti FEST POVOS (Cidade Estrutural-Brasília)

Esse evento aconteceu depois de muitas reuniões na Secretaria de Cultura, muita negociação boa vontade de uns e,corpo mole e má vontade de outros...por vezes nadando contra a corrente,percebendo que ainda existe tanto ego e o umbigo de alguns como centro do universo...por outro lado vi também a entrega e disposição de outros...
Nessa batalha sei que quem ganhou foi a comunidade SANTA LUZIA-Cidade Estrutural; Também quero deixar registrado que embora o estado fez muito para esse encontro acontecer, o maior e mais valoroso ainda foram os artistas envolvidos,mostrou o quanto somos fortes e também o quanto o estado está devendo,para a arte,para as comunidades,para rua e toda cultura!Sou grato pelo evento, sou grato por toda organização,governos surgem,governos caem e nós continuamos pintando!!!
O evento foi lindo!!! só faltou música...
A comunidade carente de tudo, nos recepcionou de forma mais agradável possível,muitos sorrisos,muita interação com os moradores, muitas histórias,muitas crianças,muitos batalhadores...dentro desse universo percebi que as "almas sebosas" e os "atrasa o lado" são poucos e tendem a diminuir, embora oprima toda uma comunidade, por falta do estado presente ou até mesmo conivência desse estado por achar que ali só tem pessoas "menores"!
Percebi mais uma vez que existe um véu social que usa aquela comunidade por vezes de escudo e por vezes de palanque...
o melhor desse evento foi expor essa realidade para todo o brasil...quiça para o mundo!!!

BEM VINDO A CAPITAL DO BRASIL!
BEM VINDO A BRASÍLIA!
Fotos do observador de vidas @basek97























Queime e renove-se


Oie ,navegantes! 

Certeza que você já passou por momentos difíceis e de extremo sofrimento, sabe-se que depois deles saímos transformados com aprendizados construtivos .
Conhecendo a cultura hindu, Shiva é um dos principais deuses do hinduísmo, que juntamente com Brama e Vixnu forma a trimúrti, a trindade divina hindu. É chamado de "o Destruidor"' (ou "o Transformador") e é conhecido como o auspicioso, o propício, amável, o benigno e o benevolente. É o deus da destruição e também da regeneração.
Já na mitologia temos a FÊNIX mit  ave fabulosa, única da espécie, que, após viver 300 anos, supostamente, se deixava arder em um braseiro para, em seguida, renascer das próprias cinzas.  Assim como o fogo destrói, dele as coisas renascem e se transformam. 
É justamente depois da destruição que vem a regeneração. 
Os novos ares só nos visitam quando os antigos se despedem. É o não se conformar com o bom,dar atenção,ir em busca do melhor (porque não?)
Não posso afirmar se acontece com você...  mas foram nos meus momentos mais difíceis que tive meus maiores insights na vida. 
Se a gente tentar sempre escapar dos nossos sofrimentos, nunca faremos algo de grande significância,visceral e se sentir vivo...é natural e espontâneo.  

Essa grande significância, não quer dizer se tornar famoso, rico ou reconhecido - fala sobre profundas transformações internas,de nível consciente,sentimento,alma refletindo na maneira que você interage com os outros e principalmente si mesmo. 

Então quando se deparar com momentos difíceis aceite o fogo em sua vida e a partir dele permita nascer as mais belas transformações. é como a musica diz:

"Quando um abraço apertado se encaixa
É como se o mundo parasse ali, é como se a vida acabasse
Sei lá, quando um abraço apertado se encaixa
É como se o mundo parasse ali, é como se a vida acabasse"

Mas a vida comum acaba mesmo, pra vivermos uma vida integral a dois.

Siga na imensidão vendo ondas quebrando,almas não! ⚓

BATALHA DE BREAK AGOSTO NEGRO 2016 JUIZ DE FORA

Esse painel todo old school foi pintado junto com meu camarada DORIN, o linha de frente da UNDERGROUND GRAFFITI CREW. Parceiro super criativo e um dos guardião da cultura HIP HOP com filosofia Zulu Nation. a batalha de break foi conduzida por nada menos que DJ KAMARÃO.

FAVELA

Esse painel foi feito em um dia escaldante com meu parceiro @odrusone . O tema foi sugerido por ele eu curti muito o resulta final, embora eu tenha colaborado com uma personagem que estava em meus estudos para a minha EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL  "TURBANTE-SE".

1º graffiti do ano

1º graffiti do ano, esse foi inspirado na minha lindinha!Dia também de tomar o primeiro banho de chuva. Mais uma vez uma pintura rápida com meu parceiro de rolê @odrusone  
Esse graffiti foi criado a partir dos paper ups que fiz pra minha namorada, valeu Deyse por me inspirar.






Ensinamentos e sabedorias que ajudam a equilibrar melhor sua vida

Ensinamentos e sabedorias que ajudam a equilibrar melhor sua vida

Ensinamentos que podem ajudar você a equilibrar melhor sua vida



1. Mantenha seus planos em segredo

Evite interferências negativas. Conversar sobre seus projetos pode resultar em frustrações. Mantenha tudo em segredo e comemore sua conquista apenas com aqueles que você ama;

2. Não revele suas limitações

Não revele dores, cansaço, nem mesmo suas dificuldades. Aprenda a conviver com suas limitações e não reclame delas;

3. Mantenha seus bons atos em segredo

Fazer o bem a outras pessoas é algo pessoal, que não precisa ser divulgado por aí a fora. Controle seu ego e evite ser visto como arrogante;

4. Tenha coragem mas não se vanglorie dela

Não se gabe por suas atitudes ou coragem. O reconhecimento não se impõe, ele se conquista;

5. Não fale mal das pessoas

Não atraia energias negativas para si mesmo. Siga sua vida, preocupe-se com seus objetivos, sua felicidade. Não desperdice seu tempo com aquilo que não lhe interessa;

6. Preserve sua vida pessoal

Expor e falar mais do que deve nos coloca vulneráveis. Proteja-se!
Compartilhe!

Pra começar 2018

Gostaria de sair gritando a todas as pessoas que isso é fácil de fazer e que funciona realmente, mas nem todos dão ouvidos a essas coisas.
Então você que está lendo esse pequeno texto, se de uma chance. Tente por algumas semanas, invista e em breve verá resultados que o estimularão a continuar!
A Gratidão é um multiplicador da felicidade: quando nos sentimos alegres por viver, apreciamos tudo aquilo que temos, respiramos a vida que flui a nosso redor, nos sentimos felizes.
E quando compartilhamos desse estado de paz tornamos feliz quem está perto de nós.
Vou dar 10 exemplos de como é fácil e delicioso praticar a Gratidão, dessa forma você pode tomar isso como seu início e mais adiante acrescentar suas gratidões particulares.
Pense na Gratidão como um músculo, e não como um sentimento, e você precisa exercitar esse músculo, faze-lo ficar forte e viçoso para sustentar o restante do corpo.

1 – sorrir
Sorrir é muito simples, doar um sorriso a um desconhecido é uma forma de gratidão a sua vida. Você sorri e pensa: sou grato por você ter cruzado meu caminho, te reverencio e te honro. Pronto. Agradeceu.

2 – faça uma lista do conforto material que você possui
Por exemplo: chuveiro com água quente, cama aconchegante, casa, carro, bicicleta, comida na mesa. Agora agradeça a cada uma dessas coisas por elas fazerem parte de seu dia a dia sendo que na maior parte do tempo você não as nota.
Como seria sua vida sem essas coisas? No final a gente percebe que sempre possui muito mais coisas do que imaginamos.

3 – elogie algo ou alguém
Faça um elogio sincero a alguém que você admira e agradeça a essa pessoa por fazer parte daquele momento com você, por ter lhe ensinado algo ou simplesmente por lhe fazer companhia.
4 – agradeça quando alguém te elogia
Se você recebe um elogio, por mais simples que seja, demonstre alegria e agradeça sinceramente aquela pessoa por determinado elogio. Faça essa pessoa perceber que ela fez parte de uma pequena alegria sua.
5 – seja paciente com os outros
Sim, se tem alguém por perto que está de mau humor tenha paciência, sorria, seja gentil e agradeça interiormente por esse momento, pois você está percebendo o quanto é importante não absorver essa energia.

6 – escreva (a mão!) um bilhete carinhoso a alguém
Deixe um recadinho a alguém dizendo o quanto você agradece essa pessoa por fazer parte de sua vida. Olha pode ser para o carteiro viu, pois ele exerce um papel importante em sua vida e ficará feliz com essa pequena surpresa.

7 – compartilha aquilo que você sabe ou descobre
Ensinar alguém sobre algo que você domina é fazer seu conhecimento crescer mais e novas oportunidades surgirem. Não tenha medo da concorrência, compartilhe aquilo que você sabe ou descobre. É a única forma da energia do aprendizado girar trazendo-lhe novas experiências e prosperidade. Ensinar é uma forma de agradecer a aquilo que você sabe.
Leu esse texto e achou interessante? Indique a alguém.

8 – execute alguma tarefa que geralmente é outra pessoa que faz pra você
Por exemplo, o café da manha.
É sua mãe que prepara? Ou o jantar? Ou levar as crianças para escola. Ou pagar alguns boletos bancários. Ou ir comprar oque falta no armário. É você que compra seu papel higiênico? Já reparou que ele esta sempre ali quando você precisa?
Fazer uma tarefa que outra pessoa sempre faz por/para você é uma forma de exercitar a gratidão por essa pessoa existir e fazer parte de sua vida.

9 – admirar o caminho que faz diariamente para determinado lugar
Prestar atenção no caminho que você percorre abre os olhos para a vida que existe a nosso redor.
Uma árvore que antes estava seca e agora está dando frutos, um gatinho que está sempre na mesma janela, uma criança que sai de casa no mesmo horário que o seu saltitando de alegria, um ângulo bonito de um monumento, o frenesi dos bares e cafés sempre cheios, as pessoas que já estão a muito mais tempo na rua antes de você só para fazer o seu dia funcionar...
Enfim, tudo isso gera gratidão, gratidão pela vida dessas pessoas, coisas e fatos e gratidão pela sua vida.

10 – compartilhe a sua gratidão
Agora é sua vez. Escreva nos comentários ao menos UM motivo pelo qual você é grato nesse momento.


Obrigado pela leitura. 
Texto de Andreza Frassetto

Domingo lúdico!

Esse domingo fizemos um painel com o tema lúdico,desta vez foi sobre "Chápeuzinho vermelho e o lobo mau". Pintaram Kel,Odrus e Eu,tivemos como colaboradores o Pedro e João Pedro...Tivemos também o stress  com um tiozão "vizinho"...que encheu o saco..e depois pagou uma caixinha de gelada e ficou "xonado" na kel ...kkkkkkkkkkkkk Coisas da rua!!!





TAGS/GRAFFITI


Graffiti - Tags

Após a matéria do jornal, "The New York Times", sobre o graffiti, muitas pessoas aderiram o movimento e começaram a escrever seus nomes e apelidos pelas paredes das cidades, foi uma nova maneira de ser reconhecido e ganhar fama.
O primeiro caminho, foi buscar originalidade e transformar sua tag (assinatura) única. Foram desenvolvidos vários estilos caligráficos. Os escritores aprimoraram suas tags com setas, estrelas, aspas e outros "adereços" para enriquecer suas assinaturas. Por exemplo, coroas são usadas para escritores que se denominam o rei das ruas.
Wayne Roberts, um americano do Bronx, New York, foi considerado um superstar do universo do graffiti. Ele assinava "StayHigh 149", ele foi bem ativo nas décadas de 60/70. Além de sua tag, StayHigh 149, inovou criando um ícone gráfico, de um boneco fumando um cigarro com uma coroa. Esse ícone foi usado em um programa da TV britânica, chamado The Saint. O detalhe é que o boneco não tinha o cigarrinho.
StayHigh 149 foi destaque no documentário de 2004 "Just to Get a Rep".


FONTE: @avantgraff

Pecusor da PICHAÇÃO Brasileira - CÃO FILA K26


CÃO FILA K26

No fim dos anos 60 e inicio dos anos 70 era uma enigmática e onipresente a frase “Cão Fila K26” escrita em muros, placas e barrancos de todo país. O autor da pichação se chamava Antenor de Lara Campos Filho, popularmente conhecido como “Tozinho”.

Filho de um grande exportador de café, Tozinho viveu confortavelmente no fim dos anos 60 em uma ilha que herdou de sua mãe, na represa Billings, na grande São Paulo e lá criou cães da raça Fila Brasileiro.

Para promover seu negócio, saia em uma caminhonete carregada de tintas, chegou a ir até Manaus, deixando sua marca por onde passou. A sigla “K26” se referia ao KM 26 da estrada Alvarenga, onde residia.

Durante a ditadura militar, chegaram achar que “Cão Fila K26” era uma frase politica, mas Tozinho foi convidado a dar uma entrevista em uma rádio, onde negou e se declarou a favor do regime militar. Nunca foi preso e ganhou um prêmio internacional de propaganda por ter inventado uma nova mídia de divulgação.

Ecologista nato montou a Associação de Criadores de Cão Fila Brasileiro, ele brincava que iria transformar a raça de cães mais popular que a banana.

Além de ser precursor na pichação brasileira, também foi campeão de halterofilismo, motonáutica e esqui aquático, além de ser baterista e pistonista.
Tozinho usava dois palavrões a cada três palavras dita, às vezes era rude, mas sempre foi leal aos amigos. Chegou a criar mais de 200 cães da raça Fila de uma vez.

O pichador morreu aos 87 anos de idade em 29 de abril de 2012, por falência múltipla dos órgãos, não chegou a ter filhos e nem se casar, apesar de ter sido mulherengo.


FONTE:  @avantgraff

MUNDEZ/BRASÍLIA57





MUNDEZ,exposição onde o graffiti e a arte contemporânea dialoga com grandes obras modernistas;celebrando os 10 anos do MUSEU NACIONAL DA REPUBLICA .Consolidando o graffiti candango! Parabéns a todos os amigos que estão nessa exposição,parabéns equipe do MUSEU NACIONAL pela oportunidade de presentear toda Brasilia com esse acervo maravilhoso!!!Vale a pena ver como interação desses artistas com com os 2 séculos das artes tupiniquins, Antonio Delei, Brixx Furtado, Flávio Soneka, Gilmar Gake, Gilmar Satão, Guga Baygon, João Sowtto, Michelle Cunha, Mikael Omik, Odrus, Tiago Botelho e Toys Daniel, são os artistas do Grafite que interagem com as citadas obras do acervo.
Alexandre Rangel, Antônio Obá, Bené Fonteles, Corpos Informáticos, Elyeser Szturm, Ernesto Neto, João Angelini, Josafá Neves e Renato Matos é outro grupo de artistas da cidade convidado a participar da exposição.
                                             soneka


                                           sowtto


                                          omik


                                           odrus




fotos:Paula Pratini 
SERVIÇO
Exposição Mundez/Brasília 57
Abertura: 19/4, às 20h
Visitação: 20 de abril a 4 de junho
Local: Museu  Nacional – Esplanada dos Ministérios
Visitação: De terça a domingo das 9h às 18h30
Entrada Franca

Equilibre-se

“Não acrediteis numa coisa apenas por ouvir dizer. Não acrediteis na fé das tradições só porque foram transmitidas por longas gerações. Não acrediteis numa coisa só porque é dita e repetida por muita gente. Não acrediteis numa coisa só pelo testemunho de um sábio antigo. Não acrediteis numa coisa só porque as probabilidades a favorecem ou porque um longo hábito vos leva a tê-la por verdadeira. Não acrediteis no que imaginastes, pensando que um ser superior a revelou. Não acrediteis em coisa alguma apenas pela autoridade dos mais velhos ou dos vossos instrutores. Mas, aquilo que por vós mesmos experimentastes, provastes e reconhecestes verdadeiro, aquilo que corresponde ao vosso bem e ao bem dos outros - isso deveis aceitar, e por isso moldar a vossa conduta” 
                                                                                                                                                        Buda. 

visita a escola na Zona da mata

Mais sobre minha passagem por Juiz de Fora, dessa vez a convite da Professora Thais,juntamente com representantes do COLETIVO VOZ DAS RUAS ,fomos ter um bate-papo com educandos da escola de ensino médio,Falamos sobre o HIP HOP, e ainda teve uma breve demostração de break  e pintura colaborativa,a qual antecipadamente falei sobre o graffiti,estilos e histórico... está ai o resultado! Lembrando que o HIP HOP aqui é usado como ferramenta de transformação social,o graffiti em especifico como agente de construção de pertencimento ao local.